Newsletter

Cadastre-se e receba nossos informativos

Nome:
Email:
 
Artigos
O que significa perfil profissional?
Em: 05/09/2016 por: Portal IBC
imagem

O perfil profissional é o conjunto de habilidades e competências do candidato, bem como suas principais conquistas.

O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, fazendo com que a disputa por uma vaga de emprego seja difícil e acirrada. Por isso, além de experiências profissionais e pessoais, é importante contar com um currículo bem elaborado e estruturado de forma a chamar a atenção do recrutador assim que ele começar a ler o documento.

Um dos itens mais importantes a ser desenvolvido é o perfil profissional, que se refere ao conjunto de habilidades e competências do candidato em relação ao comportamento no ambiente de trabalho e as principais conquistas alcançadas. O campo, que ainda é alvo de dúvidas de muitas pessoas, é o primeiro contato do recrutador com o candidato, sendo determinante na hora da escolha.

Elaborando o texto do perfil profissional

Lembre-se que cada palavra colocada nesse campo deve ser muito bem pensada e usada de forma cirúrgica para conseguir cativar o avaliador, destacando-se entre todos os outros currículos que ele irá analisar. Foque a apresentação em mostrar suas contribuições e como sua participação foi indispensável para o sucesso da sua última empresa. Ao descrever suas habilidades e competências, evite o uso de adjetivos, jargões e termos vagos.

Não existe um tamanho exato ou perfeito para um perfil profissional, use o bom senso nesse momento. Um texto longo demais poderá não ser lido em sua totalidade, já um curto não conseguirá mostrar todas as suas competências.

O texto deve conter palavras-chave ou termos utilizados na sua área. Isso irá demonstrar ao seu avaliador que você tem conhecimento nesse campo. Além disso, opte por trabalhar apenas as habilidades que sejam relacionadas a vaga desejada.

Habilidades e competências apreciadas pelo mercado

O profissional do século XXI precisa aliar um exímio domínio da sua função à facilidade em trabalhar bem em equipe. Pró-atividade e conhecimento sistêmico de todo o funcionamento da empresa e mercado, estando apto a apontar falhas na estratégia atual e sugerir melhorias que possam ampliar o lucro da organização, são características fundamentais.

O contínuo aprimoramento e desenvolvimento das competências e pontos fortes do profissional é indispensável. A busca contínua por sempre aprender mais sobre a sua área e até mesmo outros campos de atuação são características intrínsecas a todos que querem se destacar. Possuir essas competências e habilidades e colocá-las em seu perfil profissional será um grande diferencial para conquistar a vaga almejada.

O que colocar no perfil profissional?

Monte um texto bem escrito e estratégico, com suas principais qualidades e realizações profissionais que sejam realmente relevantes – afinal, são elas que diferenciam um currículo dos demais. Este é o momento em que você deve se destacar, por isso, inclua os seguintes pontos:

Grau de conhecimento atual: graduação, pós-graduação, doutorados, entre outros;

O que você sabe fazer: mencione suas qualidades em atividades específicas, como “prática em solucionar conflitos”, “capacidade em cumprir prazos”;

Conquistas anteriores: destaque os benefícios que você trouxe para as empresas em que já trabalhou;

Comportamento: como é o seu comportamento no ambiente de trabalho? Quais suas principais qualidades?

Disponibilidade de horários, viagens e mudança: esse é o tipo de informação que pode ser bem relevante para algumas vagas.

É importante, ainda, levar em consideração o que o cargo exige do candidato. Assim, você pode dar mais destaque a esses itens na hora de montar seu perfil profissional.

O que não colocar no perfil profissional?

Na hora de montar seu perfil profissional, é importante tomar cuidado com algumas armadilhas. Para saber o que deve ser evitado e não cometer erros, anote as seguintes dicas:

Evite clichês e seja criativo: termos muito generalizados e subjetivos, como “sou uma pessoa comunicativa” ou “sou bom no que faço”, podem passar a imagem de que você não é uma pessoa criativa e que não tem nenhum diferencial para mostrar;

Não minta: informações falsas podem ser descobertas facilmente e prejudicar sua imagem profissional;

Seja realista: muitas pessoas tendem a colocar no perfil muitas qualidades e itens positivos, o que pode gerar desconfiança do recrutador. Por isso, seja realista e limite a quantidade de adjetivos no seu texto.

 

Mais artigos:
21/07/2017 - Público do CONCARH cresce 22% em relação às edições anteriores
13/10/2016 - Os motivos que fazem a carreira em Recursos Humanos estar em alta
11/10/2016 - A geração que encontrou o sucesso no pedido de demissão
28/09/2016 - e-Social: agora é pra valer!
 
Associação Brasileira de Recursos Humanos Litoral - Regional Itajaí
Sistema Nacional ABRH
Fone: (47) 3342 8877
Rua Samuel Heusi, 463 - Sala 207 - Centro
88301-320 - Itajaí - SC
Todos os direitos reservados 2009.
Desenvolvido por Ydeal Tecnologia.