Newsletter

Cadastre-se e receba nossos informativos

Nome:
Email:
 
Artigos
7 coisas que você deve aprender sobre marketing com Philip Kotler
Em: 12/11/2014 por: http://www.administradores.com.br/noticias/carreira

O irônico sucesso de Simon Sinek, um introvertido, como motivador inspiracional e escritor não são pura sorte

Simon Sinek se descreve como envergonhado. Pode não parecer, mas ele não gosta de falar com multidões e prefere não ir às festas. Ainda assim, ele é um dos palestrantes de mais sucesso no mundo: ele é o um dos maiores apresentadores de TED de todos os tempos, com mais de 22 milhões de visualizações em seus vídeos.

Apesar disso tudo, o irônico sucesso de Sinek como motivador inspiracional e escritor não são pura sorte. Também não tem a ver com estar no lugar certo, na hora certa ou conhecer as pessoas certas. É o resultado de uma reprogramação dos seus medos misturados com anos de prática e treinamento.

Em um artigo de Kim Lachance para o Entrepeuner, ela relata as sete dicas que Sinek deu após uma conversa:

1 - Não se apresse em começar a falar

Sinek aconselha nunca falar assim que você entra no palco. Algumas pessoas começam logo a falar, devido ao nervosismo. Isso passa um pouco de insegurança e medo, ele diz. Ao invés disso, entre silenciosamente no palco. Respire fundo, procure seu lugar, espere uns segundos e comece. Eu sei que parece longo e entediante, e é extremamente esquisito quando você faz isso, mas mostra ao público que você está totalmente confiante e no comando da situação.

2 - Apareça para dar, não para receber

Muitas pessoas se apresentam para vender produtos ou idéias, para fazer pessoas segui-las pela internet, comprar seus livros ou só fazer com que sejam admiradas. Para Simon, essas pessoas são os tomadores e o público consegue perceber isso logo de cara. E com isso, eles se afastam.

Nós somos alto sociais, diz Sinek. Mesmo em certa distância nós podemos saber a intenção da pessoa se apresentando. As pessoas confiam mais num doador, uma pessoa que dá valor, que ensina algo novo, que as inspira, do que um tomador, ele diz.

3 - Faça contato visual com cada membro da platéia

Escanear a platéia é o seu pior inimigo, diz Sinek. Enquanto parece que você está olhando para todos, na verdade você está se distanciando da sua audiência, ele revela. É bem mais fácil e efetivo se você olha para membros específicos da audiência durante sua apresentação. Se conseguir dê a cada pessoa que você observa uma frase inteira. Quando você terminar, passe para outra pessoa e assim vá se conectando com cada indivíduo na platéia até que você termine, aconselha Simon.

4 - Fale bem devagar

Quando você fica nervoso, não é só seu coração que bate mais rápido. Suas palavras também ficam mais rápidas. Mas para Sinek, a audiência vai te ajudar: eles são bem mais pacientes do que imaginamos.

Eles querem que você consiga realizar a apresentação, mas quanto mais você acelera, mais você os afasta. Se você ficar quieto por um tempo e respirar fundo, eles vão te esperar. É maravilhoso, diz Sinek.

5 - Ignore as críticas

Ignore as pessoas cerrando as sobrancelhas, cruzando os braços ou balançando a cabeça em sinal negativo. Foque as nas pessoas visivelmente interessadas, que balançam a cabeça positivamente, que mostram estar gostando da apresentação.

6 - Transforme o nervosismo em animação

De acordo com Sinek, ele aprendeu esse truque assistindo as Olimpíadas. Ele notou que os atletas, ao serem questionados se estavam nervoso sempre respondiam Não, eu estou animado. Os atletas estavam recebendo os sinais de nervosismo - mãos inquietas, coração rápido e corpo rígido - e reinterpretando-os como efeitos colaterais da animação e ansiedade.

Ao subir no palco você provavelmente vai sentir a mesma coisa. É nesse momento que Simon diz para ele mesmo em voz alta: Eu não estou nervoso, estou animado!.

7 - Agradeça ao terminar

Os aplausos são um presente, e, quando você recebe um presente, a coisa certa a se fazer é dizer obrigado. Por isso Sinek sempre terminar suas apresentações com duas simples, porém poderosas, palavras: muito obrigado.

Eles deram a você o tempo delas, e estão te aplaudindo. É um presente e você tem que agradecer por isso, finaliza Sinek.

Mais artigos:
21/07/2017 - Público do CONCARH cresce 22% em relação às edições anteriores
13/10/2016 - Os motivos que fazem a carreira em Recursos Humanos estar em alta
11/10/2016 - A geração que encontrou o sucesso no pedido de demissão
28/09/2016 - e-Social: agora é pra valer!
 
Associação Brasileira de Recursos Humanos Litoral - Regional Itajaí
Sistema Nacional ABRH
Fone: (47) 3342 8877
Rua Samuel Heusi, 463 - Sala 207 - Centro
88301-320 - Itajaí - SC
Todos os direitos reservados 2009.
Desenvolvido por Ydeal Tecnologia.