Newsletter

Cadastre-se e receba nossos informativos

Nome:
Email:
 
Artigos
Quando o SIM vira NÃO!
Em: 30/10/2014 por: Anderson Santos Salvador - RH.com.br

Quantas pessoas você conhece ou conheceu durante sua carreira profissional que sempre respondiam SIM a todos os pedidos do superior imediato ou da empresa?

Será que eu e você não fazemos parte deste grupo de pessoas?

Psicólogos afirmam que muitos que têm essa postura - sempre respondem SIM - porque provavelmente tiveram a orientação em sua formação (ainda quando ainda crianças) de que o mundo enxerga com bons olhos aqueles dizem SIM, ou seja, aqueles que são bonzinhos. Assim, a grande maioria o faz, pois entende que com esta atitude sempre positiva, serão sempre apreciados.

Quando trazemos isso para o contexto corporativo concluímos que isso acontece com grande frequência, pois todos querem ser admirados e reconhecidos no trabalho.

Porém, aí é que esta a "pegadinha", a "cilada", pois, quando eu digo SIM para todos os pedidos que me são feitos, para todas as tarefas que me são atribuídas, para todos os projetos que são colocados sob minha responsabilidade, inconscientemente, estou mostrando para as pessoas que não imponho meus limites.

E embora seja difícil de reconhecer e aceitar, quando isto acontece, é um indicador que não temos o respeito do outro.

Carlos Aldan, CEO do Grupo Kronberg e membro do Conselho Consultivo da Harvard Business Review pelo Institute of Coaching Professional Association, em entrevista ao UOL disse: "Quando assumimos todos os compromissos e tarefas que nos são solicitados, podemos acabar nos sobrecarregando e não dando conta de cumpri-los nos prazos acordados".

E entendo que é justamente neste momento, quando começamos a não cumprir tarefas e prazos, é aí que o SIM vira NÃO!

Talvez você esteja perguntando, mas como assim: como o SIM vira NÃO?!?!

Acompanhe o meu raciocínio: hoje seu superior e/ou colega de trabalho vem e lhe pede/atribui algo para fazer e você diz: SIM. Amanhã surge mais um pedido/atribuição e você diz: SIM, mais um pedido, é coisa rápida de se fazer e você novamente diz: SIM. Quando você menos esperar esses pedidos/atribuições de trabalho se tornarão uma constante na sua carreira, em seu dia a dia.

Porém, o fato de não conseguir cumprir tarefas e prazos afeta não aquele que disse SIM (que aceitou novas atribuições/tarefas/trabalho), mas também aquele que lhe designou uma tarefa/trabalho!

E é a partir deste momento que o SIM vira NÃO de vez. Por quê?

Porque quando aquele que é acostumado dizer SIM vai se justificar com seu superior imediato ou com aquele que lhe atribuiu algo, invariavelmente ele ouvirá: NÂO, isso não justifica a demora, isso NÃO justifica a falta do resultado esperado, isso NÃO justifica o relatório incompleto, isso NÃO justifica a falta de uma informação tão relevante, isso NÃO justifica seu atraso para a reunião, isso NÃO justifica sua desatenção etc.

E ás vezes até se ouve eu: NÃO aceito mais esta conduta, NÃO preciso de profissionais com este perfil em minha equipe/empresa.

Percebe que se eu e você sempre dissermos SIM, isso pode se tornar contraproducente em nossa carreira?

Daí a necessidade de saber dizer NÃO. Vou além, daí a necessidade de dia a dia desenvolvermos a habilidade de saber como dizer NÃO.

Nas vezes em que digo NÃO o faço baseado em uma série de dados/informações que fundamentem e justifiquem a minha decisão e daí compete ao outro - superior imediato/colega de trabalho/familiar - avaliar e entender quais são as prioridades no momento. Essa atitude, na maioria das vezes divide a responsabilidade e trás a compreensão plena da negativa, bem como, o respeito a nós mesmos.

Sendo assim, fica o meu conselho: aprenda a dizer NÂO antes que: SIM vire NÃO para você!

Mais artigos:
21/07/2017 - Público do CONCARH cresce 22% em relação às edições anteriores
13/10/2016 - Os motivos que fazem a carreira em Recursos Humanos estar em alta
11/10/2016 - A geração que encontrou o sucesso no pedido de demissão
28/09/2016 - e-Social: agora é pra valer!
 
Associação Brasileira de Recursos Humanos Litoral - Regional Itajaí
Sistema Nacional ABRH
Fone: (47) 3342 8877
Rua Samuel Heusi, 463 - Sala 207 - Centro
88301-320 - Itajaí - SC
Todos os direitos reservados 2009.
Desenvolvido por Ydeal Tecnologia.