Newsletter

Cadastre-se e receba nossos informativos

Nome:
Email:
 
Artigos
Os efeitos biológicos da música na gestão de pessoas
Em: 03/09/2014 por: Flavio Basset - Santa Gente
imagem

Toda música exerce influência sobre a alma e seu progresso. É do conhecimento de todos,  o seu poder sobre as emoções e sobre a psique humana.

Olhemos a obra Musicofilia de Oliver Sachs. Este psicólogo conceituado sempre tomou a música como uma grande “arma” psicológica, capaz de curar ou maltratar pessoas.

De fato, a música é muito poderosa, mas de onde será que vem esse poder? Como utilizá-la na gestão de seus colaboradores e em seus progressos profissionais? Muito desse poder vem das frequências de certos sons encontrados na música que, por terem um valor de hertz parecido ao encontrado em alguns constituintes do nosso corpo, nos tornam num diapasão natural, fazendo-nos ressoar.

Nesse sentido o nosso trabalho tem por objetivo facilitar o encontro entre colaboradores, estratégias e demais alinhamentos empresariais, utilizando-se da música como objeto facilitador ao valor das informações e das estratégias a serem alcançadas por todos.

Além da interferência musical, do teatro, de projeções e da oratória, o trabalho propõe ainda a utilização da análise transacional e da programação neurolinguística em suas bases e abordagens.

“A música é fundamental para o bom funcionamento de uma sociedade. Uma sociedade empresarial é também uma sociedade de pessoas com seus sonhos, valores e ambições”, afirma Flávio Basset, líder e facilitador deste trabalho.

“Hoje sabemos que basta estarmos no campo audível da música para que sua influência atue constantemente sobre nós, acelerando ou retardando, regulando ou desregulando as batidas do nosso coração; relaxando ou irritando os nervos; influindo na pressão sanguínea, na digestão e no ritmo da respiração, exercendo alterações sobre os processos puramente intelectuais e mentais”.

Modernos pesquisadores estão começando a descobrir que a música influi no caráter do indivíduo e, ao influir em seu caráter, significa alterar o átomo ou unidade básica (a pessoa) com a qual se constrói toda a sociedade.

“Os diferentes tipos de música levam-nos a manifestar comportamento mentais-emocionais específicos. Em certas circunstâncias, somos induzidos a alterar procedimentos em função dos diferentes estados de consciência que a música, involuntariamente, pode nos levar a alcançar”.

Com toda a maestria e responsabilidades demandadas, sustentamos a nossa abordagem no desenvolvimento das inteligências cognitivas, físicas, emocionais e espirituais, somando-se também ao desenvolvimento e ao fortalecimento da inteligência “moral” de cada espectador.

Associado ao fortalecimento profissional e à prática dos valores e da cultura de pessoas e das organizações, atuamos como uma mídia poderosa no convencimento de seus colaboradores para os processos de mudança e de qualidade.

“O aumento da percepção é notório entre todos e, o interesse real pela informação, faz-nos refletir os nossos tempos de primeira infância”.

O resgate de significados pertinentes ao engajamento e ao comprometimento de todos, são resultantes da fusão de mídias e da mistura bem sucedida de assuntos estrategicamente pautados para cada uma das apresentações contratadas pelas organizações.

 

Fonte: Produção Showz_ Flávio Basset e Santa Gente, estiveram no 8° Encontro de RH do Litoral SC

Mais artigos:
21/07/2017 - Público do CONCARH cresce 22% em relação às edições anteriores
13/10/2016 - Os motivos que fazem a carreira em Recursos Humanos estar em alta
11/10/2016 - A geração que encontrou o sucesso no pedido de demissão
28/09/2016 - e-Social: agora é pra valer!
 
Associação Brasileira de Recursos Humanos Litoral - Regional Itajaí
Sistema Nacional ABRH
Fone: (47) 3342 8877
Rua Samuel Heusi, 463 - Sala 207 - Centro
88301-320 - Itajaí - SC
Todos os direitos reservados 2009.
Desenvolvido por Ydeal Tecnologia.