Newsletter

Cadastre-se e receba nossos informativos

Nome:
Email:
 
Artigos
Reter e animar funcionários é o que tira o sono das empresas
Em: 06/03/2014

Reter e animar funcionários é o que tira o sono das empresas

 

Estudo realizado pela SilkRoad aponta que, para 53% dos profissionais de RH, esse é o principal desafio. Atrair jovens da geração Y também é preocupação

 

São Paulo - Criar uma cultura organizacional capaz de engajar os funcionários é o principal desafio de quem comanda um departamento de recursos humanos atualmente. Segundo pesquisa da SilkRoad, para 53% dos profissionais da área consultados, esse é um dos três tópicos essenciais para a empresa em que trabalham. 

O estudo foi realizado junto a 853 executivos que estão à frente da área em suas companhias. 

Em segundo lugar na lista de preocupações está o desenvolvimento de líderes e a administração das diferenças de habilidades entre a equipe (45%); e em terceiro, recrutar os melhores funcionários (41%).

Garantir parte do orçamento e também o suporte da liderança para os programas de recursos humanos também figuram entre as necessidades citadas. Veja a tabela:

 

Desafio

Fatia de respostas

Engajar e reter funcionários

53%

Desenvolver líderes e administrar as diferenças de habilidades

45%

Recrutar os melhores funcionários

41%

Lutar contra a resistência à mudança

30%

Melhorar ou implementar tecnologias de RH para aumentar o valor para a organização

28%

Encontrar regulações de compliance

21%

Implementar programas de aprendizado e desenvolvimento

18%

Garantir orçamento para apoiar todas as iniciativas do RH

14%

Ganhar suporte da liderança para todas as iniciativas do RH

11%

Outros

5%

Não tem desafios

1%

Geração Y

Já é consenso entre os profissionais de RH que será preciso investir em jovens qualificados da geração Y para substituirem os trabalhadores que já estão prestes a se aposentarem. 

Entre os pesquisados, 11% se disseram muito interessados em investir na busca por talentos da Geração Y para esse fim e 45% demonstraram algum interesse. Outros 33% se disseram neutros, 10% não têm interesse e 2% estão muito desinteressados na força de trabalho dos jovens. 

Tecnologia

Em relação à tecnologia, a principal preocupação do RH diz respeito a uma das necessidades mais básicas da área: ter uma ferramenta que reúna dados e análises capazes de traçar um perfil da força de trabalho. Esse item foi o mais citado entre os três principais interesses dos profissionais de recursos humanos quando o assunto é tecnologia, com 53%. 

Em seguida aparecem a integração dos sistemas de RH (42%) e oferecer os instrumentos de tecnologia mais avançada para maximizar a produtividade dos funcionários (39%). Confira todas as necessidades mencionadas:

Interesse

Fatia de respostas

Ter ferramentas de análise de dados para ter um perfil claro da força de trabalho

53%

Integrar os sistemas de RH

42%

Oferecer as ferramentas tecnológicas mais novas para maximizar a produtividade dos funcionários

39%

Certificar se as tecnologias de RH são adequadas para satisfazer os requisitos de compliance

33%

Estabelecer processos de RH para preparar a empresa para a automatização

30%

Implementar tecnologias socais para que os funcionários as usem de forma responsável

20%

Convencer a liderança de que o RH precisa de orçamento para tecnologia

20%

Não têm interesse

5%

Outros

3%

Integração

A pesquisa também perguntou aos profissionais de RH o que mais os preocupa quanto à integração do trabalho que eles desempenham e o negócio da companhia, em geral. Entre os três principais pontos de preocupação, o que mais foi mencionado foi a necessidade de desenvolver uma área de recursos humanos que atue estrategicamente e não taticamente (53%). 

Garantir que o RH tenha uma papel ativo na "mesa de decisões" da empresa aparece em segundo lugar, em 41% das respostas. Em seguida, vem a administração de mudanças dentro da organização, também com 41%. Veja o que mais foi citado:

Preocupação

Fatia de respostas

Desenvolver uma área de RH que atue mais estrategicamente do que taticamente

53%

Garantir que o RH tenha lugar na "mesa de decisões" de negócios sobre a organização

41%

Administrar mudanças na organização

41%

Aplicar políticas de RH em todas as áreas do negócio

36%

Desenvolver parcerias entre entre os diferentes times para atingir os objetivos do negócio

36%

Garantir que o objetivo individual de cada funcionário esteja alinhado com as metas do negócio

31%

Atingir as expectativas, mesmo com o orçamento reduzido

21%

Não têm preocupações

4%

Outros

2%

 

 

Fonte: Revista Exame

Mais artigos:
21/07/2017 - Público do CONCARH cresce 22% em relação às edições anteriores
13/10/2016 - Os motivos que fazem a carreira em Recursos Humanos estar em alta
11/10/2016 - A geração que encontrou o sucesso no pedido de demissão
28/09/2016 - e-Social: agora é pra valer!
 
Associação Brasileira de Recursos Humanos Litoral - Regional Itajaí
Sistema Nacional ABRH
Fone: (47) 3342 8877
Rua Samuel Heusi, 463 - Sala 207 - Centro
88301-320 - Itajaí - SC
Todos os direitos reservados 2009.
Desenvolvido por Ydeal Tecnologia.